Central Farma

Fechar

Buscar

Pressione ¨OK¨ para buscar

Ref.
5233(7972)

Loção Antiqueda com Trichoxidil - 60 ml

Avaliações

De: R$ 84,48Por: R$ 77,90ou X de

Economia de R$ 6,58

Comprar
Acumule R$
Pontos Fidelidade:
de bônus para próxima compra!
  • Descrição

    Loção Antiqueda com Trichoxidil - Cuidado ideal para estimular o crescimento dos cabelos e combater a queda capilar


    A Loção Antiqueda com Trichoxidil apresenta poderosos ativos em sua formulação. Composto por Trichoxidil, Minoxidil, Auxína tricógena e Trichosol, esta solução, formulada com alto padrão de qualidade pela Central Farma, inclui os seguintes benefícios:


     

    - Auxilia na prevenção da queda de cabelos;

    - Ajuda a promover a ativação de novos fios;

    - Estimula o crescimento dos cílios e sobrancelhas;

    - Colabora para corrigir falhas na barba;

    - Coadjuvante em terapias contra a Alopecia Androgenética e Alopecia Areata;

    - Auxilia no tratamento de eflúvios telógenos e anágenos (queda excessiva dos fios durante estas fases do ciclo capilar;

    - Contribui para o aumento da densidade dos fios;

    - Ajuda a nutrir o bulbo capilar;

    - Colabora para aumentar o tempo de duração da fase de crescimento (fase anágena);

    - Contribui para melhorar a vascularização do couro cabeludo.

     

    Conheça melhor cada um dos componentes da fórmula!

     

    Trichoxidil 


    O trichoxidil é um ativo inovador de origem vegetal que atua como potente auxiliar no tratamento da alopecia, contribuindo para a ativação de novos fios, preservando a saúde e beleza dos mesmos. Seu mecanismo de ação envolve o estímulo de fatores de crescimento capilar (KGF, IGF-1 e VEGF), que são proteínas capazes de induzir a proliferação das células envolvidas na formação dos fios, mantendo-os na fase anágena, ou seja, fase de crescimento. 

     

    Minoxidil


    Embora seu mecanismo de ação ainda não seja totalmente compreendido, sabe-se que o minoxidil é capaz de reverter o processo de miniaturização dos fios, processo que ocorre na Alopecia Androgenética. Isso porque exerce efeito regulatório sobre o ciclo folicular, prolongando a fase de crescimento dos fios devido ao aumento da vida dos queratinócitos, células que sintetizam queratina.  Além de estimular a multiplicação celular, ajuda a melhorar a vascularização do couro cabeludo, com consequente melhora da oxigenação, proporciona o aumento da densidade capilar e diminuição da queda de cabelo. 

     

    Auxína tricógena


    Auxína tricógena é um mix de extratos vegetais purificados que atuam sinergicamente favorecendo a nutrição natural e fisiológica do bulbo capilar, além de estimular o crescimento dos fios, contribuindo para tornar a raiz mais forte e saudável. Também colabora para a melhora da irrigação sanguínea durante a fase de crescimento e para a normalização das trocas metabólicas da raiz, de maneira que ajuda a aumentar a quantidade de novos fios, promover a revitalização capilar e redução das quedas. Outra grande vantagem, é que não é apenas útil como coadjuvante no tratamento e prevenção de quadros de alopecia, como também estimula o crescimento dos cílios, sobrancelhas e ajuda a corrigir falhas na barba.  

     

    Trichosol


    Trichosol é um veículo de alta performance desenvolvido para potencializar a atividade biológica de ativos utilizados para tratamento de queda capilar. Não apenas contribui para a melhora dos resultados desencadeados pelos demais ingredientes da formulação, como também apresenta mecanismo de ação próprio, estimulando a expressão de fatores de crescimento capilar. Este veículo inovador proporciona uma experiência sensorial agradável, por ser suave e seco, de modo que evita o ressecamento dos fios. 

     

    Queda de Cabelos: Características e causas


     

    Calvície (Alopecia Androgenética)


     

    Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a alopecia androgenética, também chamada de calvície, é um quadro de queda capilar associado a condições geneticamente determinadas. Tanto homens quanto mulheres podem ser afetados, entretanto algumas peculiaridades diferem os padrões masculino e feminino. Nos homens, observa-se o prolongamento das áreas da coroa e frontoparietais (entradas), enquanto nas mulheres a região central é a mais acometida.

    De modo geral, a alopecia androgenética inicia-se na adolescência. A testosterona e seu metabólito dihidrotestosterona (DHT) exercem grande influência sobre o ciclo de crescimento capilar. Os estímulos hormonais desencadeiam alterações que promovem a miniaturização do folículo piloso de forma progressiva e os fios tornam-se mais finos, curtos e menos pigmentados. Embora o início das alterações ocorra na puberdade, geralmente só tornam-se aparentes por volta dos 40 ou 50 anos de idade. 

    O ciclo de crescimento dos fios envolve 4 fases: anágena, catágena, telógena e exógena. A fase anágena é caracterizada por uma alta atividade metabólica e elevada taxa de proliferação das células que compõem a matriz do folículo piloso. Apresenta duração de 2 a 6 anos e nesse período ocorre a produção de várias camadas de queratina, direcionando o fio para o exterior do couro cabeludo.

    Na fase catágena as células do folículo começam a involuir e o folículo tem seu tamanho reduzido. Na telógena, os fios iniciam o processo de desprendimento do folículo enquanto um novo fio começa se formar, sendo que cerca de 10% dos folículos do couro cabeludo encontram-se nessa fase. Na fase exógena o fio se desprende totalmente do folículo e o ciclo reinicia-se. 

    Na alopecia androgenética, a cada ciclo há uma redução do tempo de duração da fase anágena e aumento da fase telógena. Ao passar do tempo a fase anágena se torna tão curta que os fios emergentes não alcançam a superfície da pele, deixando apenas o poro como sinal aparente do folículo. 

     

    Alopécia Areata


    A alopécia areata é caracterizada pela perda dos cabelos de forma parcial ou, em casos mais raros, total, do couro cabeludo como resultado de um processo inflamatório crônico dos folículos pilosos. A origem é multifatorial, podendo estar associada a questões genéticas, emocionais e participação autoimune

    De modo geral, os pacientes acometidos relatam perda abrupta e significativa de cabelos, formando uma placa alopécica. Inicialmente, as lesões podem ser levemente avermelhadas com características inflamatórias e depois a área torna-se lisa mantendo a coloração normal da pele. 

    A extensão da perda é variável. Em algumas situações, poucas áreas são afetadas, mas podem ocorrer perdas mais expressivas e até mesmo, na alopécia areata universal, a queda de todos os pêlos do corpo. Embora não seja uma doença contagiosa, nem provoque outras disfunções, causa grandes impactos psicológicos, uma vez que o cabelo possui enorme importância para a imagem das pessoas. 

     

    Eflúvio telógeno


    A queda capilar é um evento fisiológico e considera-se normal que 100 a 200 fios de cabelo caiam diariamente. Entretanto,  o eflúvio telógeno caracteriza-se pelo aumento da queda diária, podendo chegar a 300 ou mais fios por dia a depender da causa e da pessoa acometida. Normalmente esse aumento é observado na hora do banho, ou no momento de pentear ou escovar os cabelos. Pode ser um processo agudo, quando o evento causador ocorreu há cerca de 3 meses antes do início da queda, ou crônico, quando persistente por mais de 6 meses. 

    Os eventos mais frequentemente associados ao eflúvio telógeno agudo são: febre, infecções agudas, sinusite, pós-parto, dietas muito restritivas, cirurgias, estresse, alterações metabólicas, gripe e pneumonia, além do uso de determinados medicamentos. 

    No eflúvio telógeno crônico, por sua vez, o aumento das quedas ocorre de maneira cíclica, surgindo 1 ou 2 vezes por ano, ou até a cada 2 anos. O intervalo entre as fases de queda variam de pessoa para pessoa e com o passar do tempo, o cabelo vai tornando-se mais curto e mais rarefeito ao longo de sua extensão. A causa não é totalmente definida, mas sabe-se que há relação com doenças autoimunes, principalmente Tireoidite de Hashimoto.


    Eflúvio anágeno


    O eflúvio anágeno é caracterizado pela perda de um grande número de fios durante a fase anágena. Diferentes etiologias podem estar associadas a este processo, havendo dano direto às células da matriz germinativa, responsáveis pela formação do fio. A interrupção da proliferação dessas células faz com haja o estreitamento, quebra e desprendimento do fio. 

    Trata-se de um eflúvio volumoso que acontece em dias ou semanas, sendo o uso de drogas, quimioterápicos, radioterapia, exposição a toxinas, as principais causas. A alopécia desencadeada pelo uso de quimioterápicos é normalmente temporária e o crescimento volta ao normal após o término do tratamento. Mas quando causada por tratamentos radioterápicos, a perda capilar pode ser temporária ou permanente. 
  • Especificação

    Composição

    ComposiçãoTrichoxidil 2,5%
    minoxidil 2,5%
    auxína tricógena 5%
    trichosol 60 ml

    Modo de Usar

    RecomendaçõesAplicar sobre o couro cabeludo a noite e retirar pela manhã.

    ADVERTÊNCIA IMPORTANTE

    Gestantes, nutrizes (mulheres amamentando), menores de 12 anos e pessoas com problemas de saúde preexistentes devem buscar orientação de um profissional habilitado antes de consumir este produto.

    Em caso de hipersensibilidade a algum dos componentes da formulação, interromper o uso do produto e consultar o médico.

    Não ultrapassar a dose diária recomendada.

    Manter o produto fora do alcance de crianças.

    Armazenar em temperatura ambiente (15 a 30°C), protegido da luz, calor e umidade.

    Não consumir o produto fora do prazo de validade indicado na embalagem.

    Advertências

    AdvertênciasEm caso de hipersensibilidade, interromper o uso e consultar o médico.

Loção Antiqueda com Trichoxidil - Cuidado ideal para estimular o crescimento dos cabelos e combater a queda capilar


A Loção Antiqueda com Trichoxidil apresenta poderosos ativos em sua formulação. Composto por Trichoxidil, Minoxidil, Auxína tricógena e Trichosol, esta solução, formulada com alto padrão de qualidade pela Central Farma, inclui os seguintes benefícios:


 

- Auxilia na prevenção da queda de cabelos;

- Ajuda a promover a ativação de novos fios;

- Estimula o crescimento dos cílios e sobrancelhas;

- Colabora para corrigir falhas na barba;

- Coadjuvante em terapias contra a Alopecia Androgenética e Alopecia Areata;

- Auxilia no tratamento de eflúvios telógenos e anágenos (queda excessiva dos fios durante estas fases do ciclo capilar;

- Contribui para o aumento da densidade dos fios;

- Ajuda a nutrir o bulbo capilar;

- Colabora para aumentar o tempo de duração da fase de crescimento (fase anágena);

- Contribui para melhorar a vascularização do couro cabeludo.

 

Conheça melhor cada um dos componentes da fórmula!

 

Trichoxidil 


O trichoxidil é um ativo inovador de origem vegetal que atua como potente auxiliar no tratamento da alopecia, contribuindo para a ativação de novos fios, preservando a saúde e beleza dos mesmos. Seu mecanismo de ação envolve o estímulo de fatores de crescimento capilar (KGF, IGF-1 e VEGF), que são proteínas capazes de induzir a proliferação das células envolvidas na formação dos fios, mantendo-os na fase anágena, ou seja, fase de crescimento. 

 

Minoxidil


Embora seu mecanismo de ação ainda não seja totalmente compreendido, sabe-se que o minoxidil é capaz de reverter o processo de miniaturização dos fios, processo que ocorre na Alopecia Androgenética. Isso porque exerce efeito regulatório sobre o ciclo folicular, prolongando a fase de crescimento dos fios devido ao aumento da vida dos queratinócitos, células que sintetizam queratina.  Além de estimular a multiplicação celular, ajuda a melhorar a vascularização do couro cabeludo, com consequente melhora da oxigenação, proporciona o aumento da densidade capilar e diminuição da queda de cabelo. 

 

Auxína tricógena


Auxína tricógena é um mix de extratos vegetais purificados que atuam sinergicamente favorecendo a nutrição natural e fisiológica do bulbo capilar, além de estimular o crescimento dos fios, contribuindo para tornar a raiz mais forte e saudável. Também colabora para a melhora da irrigação sanguínea durante a fase de crescimento e para a normalização das trocas metabólicas da raiz, de maneira que ajuda a aumentar a quantidade de novos fios, promover a revitalização capilar e redução das quedas. Outra grande vantagem, é que não é apenas útil como coadjuvante no tratamento e prevenção de quadros de alopecia, como também estimula o crescimento dos cílios, sobrancelhas e ajuda a corrigir falhas na barba.  

 

Trichosol


Trichosol é um veículo de alta performance desenvolvido para potencializar a atividade biológica de ativos utilizados para tratamento de queda capilar. Não apenas contribui para a melhora dos resultados desencadeados pelos demais ingredientes da formulação, como também apresenta mecanismo de ação próprio, estimulando a expressão de fatores de crescimento capilar. Este veículo inovador proporciona uma experiência sensorial agradável, por ser suave e seco, de modo que evita o ressecamento dos fios. 

 

Queda de Cabelos: Características e causas


 

Calvície (Alopecia Androgenética)


 

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, a alopecia androgenética, também chamada de calvície, é um quadro de queda capilar associado a condições geneticamente determinadas. Tanto homens quanto mulheres podem ser afetados, entretanto algumas peculiaridades diferem os padrões masculino e feminino. Nos homens, observa-se o prolongamento das áreas da coroa e frontoparietais (entradas), enquanto nas mulheres a região central é a mais acometida.

De modo geral, a alopecia androgenética inicia-se na adolescência. A testosterona e seu metabólito dihidrotestosterona (DHT) exercem grande influência sobre o ciclo de crescimento capilar. Os estímulos hormonais desencadeiam alterações que promovem a miniaturização do folículo piloso de forma progressiva e os fios tornam-se mais finos, curtos e menos pigmentados. Embora o início das alterações ocorra na puberdade, geralmente só tornam-se aparentes por volta dos 40 ou 50 anos de idade. 

O ciclo de crescimento dos fios envolve 4 fases: anágena, catágena, telógena e exógena. A fase anágena é caracterizada por uma alta atividade metabólica e elevada taxa de proliferação das células que compõem a matriz do folículo piloso. Apresenta duração de 2 a 6 anos e nesse período ocorre a produção de várias camadas de queratina, direcionando o fio para o exterior do couro cabeludo.

Na fase catágena as células do folículo começam a involuir e o folículo tem seu tamanho reduzido. Na telógena, os fios iniciam o processo de desprendimento do folículo enquanto um novo fio começa se formar, sendo que cerca de 10% dos folículos do couro cabeludo encontram-se nessa fase. Na fase exógena o fio se desprende totalmente do folículo e o ciclo reinicia-se. 

Na alopecia androgenética, a cada ciclo há uma redução do tempo de duração da fase anágena e aumento da fase telógena. Ao passar do tempo a fase anágena se torna tão curta que os fios emergentes não alcançam a superfície da pele, deixando apenas o poro como sinal aparente do folículo. 

 

Alopécia Areata


A alopécia areata é caracterizada pela perda dos cabelos de forma parcial ou, em casos mais raros, total, do couro cabeludo como resultado de um processo inflamatório crônico dos folículos pilosos. A origem é multifatorial, podendo estar associada a questões genéticas, emocionais e participação autoimune

De modo geral, os pacientes acometidos relatam perda abrupta e significativa de cabelos, formando uma placa alopécica. Inicialmente, as lesões podem ser levemente avermelhadas com características inflamatórias e depois a área torna-se lisa mantendo a coloração normal da pele. 

A extensão da perda é variável. Em algumas situações, poucas áreas são afetadas, mas podem ocorrer perdas mais expressivas e até mesmo, na alopécia areata universal, a queda de todos os pêlos do corpo. Embora não seja uma doença contagiosa, nem provoque outras disfunções, causa grandes impactos psicológicos, uma vez que o cabelo possui enorme importância para a imagem das pessoas. 

 

Eflúvio telógeno


A queda capilar é um evento fisiológico e considera-se normal que 100 a 200 fios de cabelo caiam diariamente. Entretanto,  o eflúvio telógeno caracteriza-se pelo aumento da queda diária, podendo chegar a 300 ou mais fios por dia a depender da causa e da pessoa acometida. Normalmente esse aumento é observado na hora do banho, ou no momento de pentear ou escovar os cabelos. Pode ser um processo agudo, quando o evento causador ocorreu há cerca de 3 meses antes do início da queda, ou crônico, quando persistente por mais de 6 meses. 

Os eventos mais frequentemente associados ao eflúvio telógeno agudo são: febre, infecções agudas, sinusite, pós-parto, dietas muito restritivas, cirurgias, estresse, alterações metabólicas, gripe e pneumonia, além do uso de determinados medicamentos. 

No eflúvio telógeno crônico, por sua vez, o aumento das quedas ocorre de maneira cíclica, surgindo 1 ou 2 vezes por ano, ou até a cada 2 anos. O intervalo entre as fases de queda variam de pessoa para pessoa e com o passar do tempo, o cabelo vai tornando-se mais curto e mais rarefeito ao longo de sua extensão. A causa não é totalmente definida, mas sabe-se que há relação com doenças autoimunes, principalmente Tireoidite de Hashimoto.


Eflúvio anágeno


O eflúvio anágeno é caracterizado pela perda de um grande número de fios durante a fase anágena. Diferentes etiologias podem estar associadas a este processo, havendo dano direto às células da matriz germinativa, responsáveis pela formação do fio. A interrupção da proliferação dessas células faz com haja o estreitamento, quebra e desprendimento do fio. 

Trata-se de um eflúvio volumoso que acontece em dias ou semanas, sendo o uso de drogas, quimioterápicos, radioterapia, exposição a toxinas, as principais causas. A alopécia desencadeada pelo uso de quimioterápicos é normalmente temporária e o crescimento volta ao normal após o término do tratamento. Mas quando causada por tratamentos radioterápicos, a perda capilar pode ser temporária ou permanente. 

Composição

ComposiçãoTrichoxidil 2,5%
minoxidil 2,5%
auxína tricógena 5%
trichosol 60 ml

Modo de Usar

RecomendaçõesAplicar sobre o couro cabeludo a noite e retirar pela manhã.

ADVERTÊNCIA IMPORTANTE

Gestantes, nutrizes (mulheres amamentando), menores de 12 anos e pessoas com problemas de saúde preexistentes devem buscar orientação de um profissional habilitado antes de consumir este produto.

Em caso de hipersensibilidade a algum dos componentes da formulação, interromper o uso do produto e consultar o médico.

Não ultrapassar a dose diária recomendada.

Manter o produto fora do alcance de crianças.

Armazenar em temperatura ambiente (15 a 30°C), protegido da luz, calor e umidade.

Não consumir o produto fora do prazo de validade indicado na embalagem.

Advertências

AdvertênciasEm caso de hipersensibilidade, interromper o uso e consultar o médico.

Avaliações dos consumidores

De: R$ 84,48Por: R$ 77,90ou X de

Economia de R$ 6,58

Comprar